Opinião – Aníbal Coutinho

Nilton de Excelência

Partilho a boa memória recente da Gala dos Prémios Uva de Ouro 2017, com a presença dos grandes produtores nacionais cujos vinhos, agora medalhados e vestidos com o merecido símbolo, se encontram disponíveis nos supermercados, acessíveis a todas as famílias de Portugal e aos milhões de visitantes deste país tão destacado. Dessa noite guardo o encontro com Nilton como um feliz acontecimento. Não lhe conhecia o trabalho e fiquei com vontade de acompanhar a sua carreira. A profissão de ator comediante baseia-se na observação da sociedade, familiar ou alargada, e na partilha das suas interações através da criatividade e estilo pessoais. Fá-lo muito bem, por vezes aproveitando a ignorância e a iliteracia de pessoas como nós. Espera ganhar um público fiel e nova clientela: tal como os nossos governantes (presentemente com menos acerto). Creio que incluirá o vinho e os seus artesãos no repertório futuro. Brindo ao Nilton com o branco adamada Adega do Presidente, da DOC Vinho Verde, prémio de Excelência, como ele.

"Dessa noite guardo o encontro com Nilton como um feliz acontecimento."