destaque_entrevista_anibal_coutinho

Aníbal Coutinho – Coordenador Prémio Uva de Ouro

“queremos contribuir para um consumo cada vez mais memorável e prazeroso”

Quais as expectativas para o Prémio Uva de Ouro 2017?
É um concurso muito aguardado pelos produtores de vinho de média e grande dimensão, devido ao forte impacto que tem junto do consumidor final. Uma medalha Uva de Ouro é, cada vez mais, um fator de apreciação e um critério de seleção dentro da ampla gama dos supermercados. Na edição de 2016, mais de um milhão de garrafas foram seladas com uma medalha de Excelência ou Melhor da Região. Afinal, trata-se do concurso de vinhos com maior projeção mediática em Portugal. Nesta quinta edição, o número de vinhos poderá ultrapassar, pela primeira vez, cinco centenas, confirmando o Uva de Ouro como um dos maiores concursos nacionais.

A qualidade dos vinhos produzidos melhorou graças às edições anteriores?
A qualidade dos vinhos portugueses é um dos fatores de sucesso que nos acompanha há muitos séculos. Atualmente, o desafio é a diferenciação e a autenticidade, uma vez que os consumidores encontram qualidade em vinhos de todas as regiões e fasquias de preço. Vivemos num país de notáveis viticultores, produtores, criadores e enólogos, com mais de 300 variedades de uvas – as castas – diversos microclimas, métodos culturais e tipos de vinho. Queremos contribuir para um consumo cada vez mais memorável e prazeroso ao incorporarmos, nesta edição, mais vinhos exclusivos, de produções limitadas, com qualidade superior.

"A qualidade dos vinhos portugueses é um dos fatores de sucesso que nos acompanha há muitos séculos."

O público português está hoje mais bem informado, consome vinhos de forma mais exigente?
A informação chega de modo contínuo e gratuito, com a exposição das nossas experiências e conhecimentos nas redes sociais. Por isso, inovamos ao introduzir toda a informação e experiência da prova, dos provadores e dos vinhos selecionados, num novo site que estará associado ao mundo digital do DN, JN e da TSF. Os consumidores estão mais exigentes e acumulam uma experiência que, feliz ou dececionante, partilham com outros consumidores de um modo imediato e muito visível. A opção crescente de compra de vinhos nos supermercados vem demonstrar que a oferta é cada vez mais rica e diversificada, atendendo à exigência crescente.